POLÍCIA PRENDE SUSPEITO DE CASO DE SWATTING LIGADO A CALL OF DUTY

O indivíduo teria feito ligação que resultou na morte de Andrew Finch em Wichita, no Kansas.

A polícia de Los Angeles prendeu nesta última sexta-feira (29/12/2017) um homem de 25 anos chamado Tyler Barriss, suspeito de estar envolvido no caso de swatting que resultou na morte de Andrew Finch, de 28 anos, na quinta-feira (28/12/2017)). O estopim da confusão teria sido uma briga em uma partida online de Call of Duty: WWII.

Swatting é quando uma ligação anônima ou sob falsa identidade faz denúncia que leva a polícia ou até mesmo a SWAT a invadir a casa de alguém.

 

Esta não é a primeira vez que Barriss é preso por fazer denúncias falsas à polícia: em outubro de 2015 ele foi preso na Califórnia por fazer falsas ameaças de ataques com bombas à emissora de televisão KABC-TV.

O policial que fez o disparo que matou Finch, veterano servindo no departamento de polícia há sete anos, foi afastado e o caso sob investigação da polícia de Los Angeles em conjunto com o departamento de polícia de Wichita, no Kansas, onde aconteceu o incidente.

Fonte Theenemy

Arquiteto meio frustrado, Streamer na TwitchTv, YouTuber, editor de vídeos, gamer e nerd em tempo integral. Ricardo, conhecido como Zero, sempre foi apaixonado por Star Wars, séries, games e tecnologia. Também adora compartilhar no GameplayRJ seus achados e curiosidades sobre o mundo dos games.

Comentários

comentários