DESIGNER DO PRIMEIRO TONY HAWK AFIRMA: PLAYERS NÃO QUEREM MAIS GAMES DE SKATE

Chris Rausch disse que games do estilo são cada vez menos procurados pelo público.

Depois de um longo período de imensa popularidade, os jogos de skate começaram a ficar cada vez mais raros e atualmente são praticamente inexistentes. Segundo o designer do primeiro Tony Hawk, a resposta está nas editoras.

Chris Rausch foi o designer nos primeiros seis jogos da série Tony Hawk da Activision e numa conversa com o Game Brain, falou sobre o que pensa do gênero e do seu futuro.

Tony Hawk’s Pro Skater 5 foi o último jogo do gênero, lançado em 2015, e é referido como o prego final que pode ter colado definitivamente o gênero na gaveta.

“Penso que o jogo Tony Hawk 5 realmente acabou com as possibilidades, o que é pena pois sabemos que existe audiência. Vendeu o suficiente, certamente vendeu melhor do que Shred, mas quando ouvi sobre o jogo pela primeira vez e vi o que era e o consegui experimentar. Na altura uma mídia digital seria 20€ Euros, ao longo do caminho decidiram que seria colocado numa caixa e vendido a 50€ Euros.” Confira a entrevista completa:

 

 

Rausch acrescentou ainda que, “Bem, claro que elas querem, querem um jogo melhor, um que seja muito mais fixo.”

Enquanto a EA e a Activision não parecem interessadas em apostar novamente num jogo do gênero, Tony Hawk está trabalhando em um novo jogo de skateboarding, mas ainda não foi anunciado nada de concreto.

 

Fonte Eurogamer

Zero

Arquiteto meio frustrado, streamer, youtuber, editor de vídeos, gamer e nerd em tempo integral, Ricardo, conhecido como Zero, sempre foi apaixonado por Star Wars, séries, games e tecnologia. Também adora compartilhar no GameplayRJ seus achados e curiosidades sobre o mundo dos games.

Comentários

comentários