“Cyberpunk 2077 será mais ambicioso do que The Witcher” diz diretor da CD Projekt Red

A desenvolvedora de The Witcher 3 está se preparando para mais um lançamento gigantesco. Aguardado por muitos fãs de RPG no mundo inteiro, Cyberpunk 2077 é um mistério desde o seu anúncio. E o hype apenas aumenta.

Durante o Seminário Pareto Securities Gaming, a CD Projekt Red deu mais informações sobre o tão aguardado Cyberpunk 2077. Desde que o estúdio lançou o aclamado The Witcher 3: Wild Hunt, os olhos dos fãs de RPG de mundo aberto de todo o mundo se voltaram para a desenvolvedora polonesa. The Witcher 3 é um dos maiores jogos de RPG de mundo aberto, conquistando diversos prêmios e impressionando não só com sua extensão mas também com sua campanha, com mais de 150 horas necessárias para se “platinar” o jogo. Cyberpunk 2077 foi anunciado em 2012, e as única imagem oficiais que temos por enquanto são do trailer do jogo, revelado há mais de 5 anos. Muitos se perguntam se é possível se equiparar ao desfecho da saga do bruxo Geralt.

Mas a CD Projekt Red quer ir além:

“Cyberpunk é o nosso novo The Witcher 3. Queremos estabelecer uma nova saga com muitas vendas desde o início. É um novo universo futurista e acreditamos que será apelativo para os todos jogadores e não apenas para aqueles que gostam de RPGs. Mas é um autêntico RPG, tal como The Witcher, e desenhado para um público adulto,”

Esse foi uma das declarações feitas por Adam Kicinski, diretor da CD Projekt Red. Além disso o vice-presidente Piotr Nielubowicz também comentou sobre a possível data de lançamento do primeiro gameplay do jogo. Há muita especulação sobre um possível painel de Cyberpunk 2077 na E3 2018, o que significaria que o aguardado gameplay seria liberado antes disso. Porém, Nielubowicz disse que divulgarão o jogo e todos os seus detalhes “quando estiver pronto”.

É esperado que Cyberpunk 2077 tenha sua data de lançamento divulgada até o final de 2018.

Na internet, Kcanibu é um youtuber, gamer e editor de vídeo apaixonado por tudo que envolva efeitos especiais e muito CGI. Fora da internet, Miguel cursa jornalismo na faculdade, lê todo e qualquer livro que apareça em sua estante e gasta as poucas horas que sobram vendo filmes e séries, e tentando escrever algo que preste.

Comentários

comentários