CRYTEK PROCESSA ESTÚDIO DE STAR CITIZEN

A empresa alega quebra de contrato relativo ao CryEngine.

A Crytek, empresa conhecida pela série de jogos Crysis e pelo motor de jogo CryEngine, deu início a um processo legal contra Cloud Imperium Games e a Robert Space Industries, as empresas que estão desenvolvendo o ambicioso Star Citizen.

O documento entregue no Tribunal da Califórnia, que pode ser consultado aqui, dá como razão uma quebra de contrato e de direitos de autor relativos ao uso do CryEngine, o motor original de Star Citizen. No ano passado, a Robert Space Industries anunciou uma transição para o motor Lumberyard da Amazon, que por sua vez é baseado no CryEngine da Crytek.

No entanto, a Crytek afirma que a troca de motor de jogo é uma quebra do contrato, alegando que ficou acordado que Star Citizen seria desenvolvido exclusivamente no CryEngine e que o motor de jogo seria promovido juntamente com o jogo. Quando se deu a transição de motor, todas as menções ao CryEngine foram removidas dos materiais promocionais de Star Citizen.

A Crytek também alega que ficou acordado que o CryEngine seria usado para desenvolver um único jogo, explicando que Squadron 42, um jogo single-player que será vendido separadamente de Star Citizen, quebra o contrato.

 

Arquiteto meio frustrado, Streamer na TwitchTv, YouTuber, editor de vídeos, gamer e nerd em tempo integral. Ricardo, conhecido como Zero, sempre foi apaixonado por Star Wars, séries, games e tecnologia. Também adora compartilhar no GameplayRJ seus achados e curiosidades sobre o mundo dos games.

Comentários

comentários