Jogamos | Rime

RIME

Uma mistura única entre Studio Ghibli, ICO e uma pitada de Zelda faz com que RIME tenha tudo se tornar o mais novo clássico do gênero. Vamos juntos conferir?

Anunciado em 2013 como um exclusivo para PlayStation 4, trazia um gameplay inovador e um gráfico muito bonito. Porém o desenvolvedor foi acusado de simular uma gameplay com um vídeo e eles simplesmente desapareceram, até que em 2016 surgiram novamente agora com o jogo não mais exclusivo para PlayStation 4 e com muitas novidades. Vale lembrar que em 2013 a visão de um jogo “indie” era muito diferente de hoje em dia: não se acreditava que uma empresa pequena poderia produzir um jogo tão incrível como Rime estava se propondo a ser. Rime é um exemplo de superação, pois ele conseguiu driblar todas as polêmicas e foi lançado para PlayStation 4, PC e em breve será lançado também para Nintendo Switch. Mas do que se trata esse jogo que demorou longos 4 anos para ser lançado?

Rime conta a história de um jovem que aparece em uma ilha misteriosa sem memória alguma. Um pouco clicar, não é mesmo? Quantos jogos não começam quando alguém sem memória perdido em algum lugar? Mas não se engane achando que o jogo é apenas mais um… Com cenários maravilhosos, uma trilha sonora de arrancar arrepios e puzzles para botar a cabeça para funcionar, Rime surpreende muito em tudo que faz.

Tenho que confessar que quando vi Rime pela primeira vez, não conseguia deixar de pensar em Zelda Wind Waker ou até mesmo no The Last Guardian, mas depois que joguei quebrei totalmente a cara, vi que estava enganado em achar que era apenas mais uma cópia desses jogos. Se ele se inspira? Com certeza se inspira, desde a arte aos cenários e tudo mais… Sinto até um pouco do The Witness em alguns cenários, mas o jogo cria pernas próprias e entrega tudo aquilo que promete.

Rime oferece uma viagem significativa e cheia de descobertas através de vastos cenários de encher os olhos, sem esquecer dos desafios de “puzzle” que são oferecidos a todo momento para avançarmos na história. O jogo é um passeio pela história daquele lugar através de fatos com uma narrativa muito sutil e cheia de cores.

Fiquei muito surpreso com a qualidade dos cenários, efeitos de iluminação e, acima de tudo, a trilha sonora que tem até uma música feita pela Lindsey Stirling, uma famosa violinista que faz vídeos para o YouTube mostrando todo seu talento. Ela até fez um clip dedicado ao game, que você pode assistir abaixo:

Rime está disponível atualmente para PC na Steam http://store.steampowered.com/app/493200/RiME/ pelo valor de R$55,99 e também na PSN para PlayStation 4.

Obrigado MarquesZero!

Alexis é um grande apaixonado por vídeo games e filmes desde criança, nunca deixou de jogar ou assistir um filme praticamente por todos os dias desde que se conhece por gente.

Comentários

comentários