CNB ressurge das cinzas e vence a Pain | Keyd atropela a Team One

Inovando, a CNB trouxe Robo na rota do meio e conseguiu impor seu jogo em cima da Pain. Vivo Keyd deixa sombra da invencibilidade para trás e oblitera a Team One.

A terceira rodada do CBLoL chegou para mostrar que não existe equipe fraca. Em duelo importantíssimo, a CNB lutou a vida contra a Pain. Com Robo no lugar de Rakin e Yampi na toplane, os blumers apostaram todas as suas fichas na surpresa que as mudanças trariam.

 

CNB (2) – (1) Pain Gaming

Quem diria. Após mudanças um tanto quanto inusitadas, nem o mais otimista torcedor poderia esperar a força de uma CNB reformulada, com Yampi  no topo e Robo no meio. Jogando no lugar de Rakin, que decidiu ficar na reserva da equipe, o ex-toplaner tinha pela frente a difícil tarefa de enfrentar um dos melhores midlaners do Brasil, Tinows. Quem diria que as poucas pessoas que acreditaram nas mudanças dos blumers começariam tarde de sábado com um sorriso no rosto.

499 Minions em 39 minutos. Esse foi o farm de Robo, no primeiro jogo contra a Pain. Com o Corki em suas mãos, o novato da rota conseguiu ganhar vantagem em cima do Galio de Tinows. Mesmo com 5 kills nas mãos, o midlaner da Pain não conseguiu acompanhar o crescimento de Robo. Mesmo atrás, a CNB conseguiu se segurar no jogo, e fez rodar sua composição de late game. Com uma Tristana e um Corki fortíssimos, a CNB poderia muito bem forçar uma luta, mas foi extremamente ousada e inteligente, e se utilizou do novo meta do Livro de Feitiços* para dar um duplo teleporte e executar um backdoor na base da Pain.

A Pain acabara de perder para o até então lanterna do CBLoL. Mesmo depois de investir em uma comissão técnica gigantesca, os mesmos erros, a mesma falta de proatividade, a mesma dependência de ter 3 tanks e 2 carrys continuavam a aparecer no time. Mesmo na frente, a Pain tomava iniciações e cometia deslizes no jogo. Apesar da boa atuação de Tinows com seu Kassadin, a Pain quase perdeu o jogo em duas jogadas, ambas sendo pegos fora de posição. O time teve de contar com um grande erro da CNB, que executou um Barão muito precipitado, e deu as rédeas do jogo na mão da Pain (novamente). Com isso, eles conseguiram pressionar as rotas e empatar a série.

De volta com seu Corki, Robo continuou a pressionar as side lanes no terceiro jogo. Mas quem brilhou foi o outro novato, Yampi. Com seu Ornn, ele conseguiu sobreviver de forma surpreendente a um dive, que depois resultou em 3 kills para os blumers. Mais tarde, ele conseguiu ganhar tempo e eliminar Tay em um outro dive mal executado pela Pain. Abusando dos erros do adversário, a CNB conseguiu pressionar mais ainda o jogo, e acelerar sua composição de Late Game, tornando a tarefa de destruir o Nexus um tanto mais fácil.

 

Vivo Keyd (2) – (0) Team One

O Exódia foi derrotado, mas não destruído. A Vivo Keyd enfrentou a Team One, uma semana após sofrer a primeira derrota em séries na história dessa Line Up. Prontos para mostrar que a perda da invencibilidade não significa nada, o time de Revolta entrou em summoners rift com a missão de derrotar a atual campeã brasileira, a Team One.

Ambas as partidas foram extremamente controladas e calculadas pela Keyd. Apesar da derrota sofrida para a Progaming, os guerreiros não mudaram drasticamente seu jeito de jogar, e contaram com boas rotações de Revolta para rodar o jogo e empurrar aos poucos a Team One contra a própria base. A botlane da Keyd também se sobressaiu, demonstrando uma enorme agressividade. Micao e Jockster, que já jogam juntos por mais de 4 anos, demonstraram uma belíssima sincronia, ganhando quase todas as trocas feitas na rota inferior. No primeiro jogo, a Keyd deu poucas brechas para a Team One respirar, e apesar de alguns deslizes, conseguiu ganhar o jogo sem perder nenhuma torre.

Já no segundo jogo, a Team One tentou fazer mais. Tentativas de dives, ganks e abates que, em sua maioria, não deram certo. A Keyd conseguia se defender muito bem, o que ampliou o placar de abates. Micao, com sua Kalista, dançava entre os adversários, que estando atrás, nada podiam fazer. Com um Quadrakill emocionante (e o Penta ser roubado por Jockster), a Keyd abriu espaço para, apenas alguns minutos depois, destruir a base da Team One, e ganhar a série.

No próximo dia de CBLoL, a Red Corinthias enfrente a Kabum, disputando a liderança da tabela. A INTZ luta para sair da lanterna, e a Progaming busca a vice liderança.

Na internet, Kcanibu é um youtuber, gamer e editor de vídeo apaixonado por tudo que envolva efeitos especiais e muito CGI. Fora da internet, Miguel cursa jornalismo na faculdade, lê todo e qualquer livro que apareça em sua estante e gasta as poucas horas que sobram vendo filmes e séries, e tentando escrever algo que preste.

Comentários

comentários