Assistimos | Stranger Things 2

Stranger Things 2 é tudo o que você adorou na primeira temporada, mas com alguns personagens novos, um desenvolvimento de caracteres mais nítido e uma melhor escrita no geral. Falta um pouco de mistério em geral que tornou a primeira temporada tão convincente e boa, mas o Upside Down ainda tem mais do que algumas surpresas.

Os Duffers claramente acompanharam muito bem a repercussão de toda a série, trazendo quase tudo que o publico desejava. Grandes porções da segunda temporada foram dedicadas a um grupo de crianças pré-adolescentes que se recuperam da perda e das dificuldades de Will no Upside Down na primeira temporada. Mike, anteriormente o líder otimista, esta tentando lidar com o sofrimento após a morte da sua melhor amiga Eleven. Dustin quase coloca toda a cidade em risco por conta da sua inocência e Max, o novo membro do grupo, tem seus próprios problemas em casa. Will por sua vez, ainda está lidando com os problemas que a primeira temporada causaram.

Stranger Things 2 assim como a primeira temporada tem a grande capacidade de remixar e misturar influências culturais em um todo, e nunca é o momento errado para a nostalgia dos anos 80, não é mesmo?
Mas, mais do que nunca, os novos episódios têm um envolvimento profundo com o trauma que muitos personagens da série experimentaram. Com 9 episódios Stranger Things 2 não é perfeita, uma trama de temporada envolvendo o auto descobrimento de Eleven começando a ficar forte, mas confesso que assume muito tempo de tela quando vendo o seu resultado final, introduzindo uma equipe de “punks” que provavelmente nem veremos mais.

No final da temporada 2, não parece que descobrimos muitas novas informação sobre a trama e sim apenas o desenvolvimento de tudo que aquilo que já vimos na primeira temporada e muito mais focado nos humanos do que realmente nos monstros e mistérios que envolvem todo o Up Side Down.

A Eleven é completamente subestimada, uma vez que a cidade que é tão querida por ela, está ruindo e ela só percebe praticamente no final da temporada o perigo que ameaça seus amigos desde o primeiro episódio. Por mais que a personagem tenha ótimos momentos na temporada, como a sua relação com Jim Hopper, eles parecem ter esquecido a personagem tão poderosa e sensitiva que ela foi na primeira temporada.

Stranger Things 2 tem muita emoção, isso claramente aumenta os sustos, as risadas e os dramas adolescentes, fazendo a segunda temporada faça valer o seu tempo. Embora você possa não ficar tão surpreso quanto você ficou quando terminou a primeira temporada, não tenha dúvida que vai se entreter com essa.

A Netflix já confirmou a terceira temporada de Stranger Things, ainda sem data para estrear.

Uma fotógrafa apaixonada por quadrinhos, filmes e séries. Também adora escrever e debater sobre os temas.

Comentários

comentários