ASSISTIMOS | HILDA

A mais nova série de animação da Netflix, Hilda, baseada nos quadrinhos nomeados ao prêmio Eisner, escritos e ilustrados por Luke Pearson, estreou na rede de streaming dia 21 de setembro.

Os dois primeiros episódios servem como uma introdução ao mundo de Hilda. A garota é Hilda, que mora com sua mãe Johanna em uma casa no meio do deserto, cercada por montanhas. Seu amigo mais próximo é seu cervo de estimação, Twig, uma adorável criatura branca com uma cauda espessa e minúsculos chifres na cabeça. Logo, Hilda descobre que ela não está tão sozinha quanto pensa.

Hilda e sua mãe estão recebendo notas minúsculas de “pessoas pequenas” dizendo-lhes para deixar sua casa ou haverá graves consequências. Depois que os pequenos planejam um ataque à casa, quebrando janelas e jogando estantes de livros, sofás e a TV. Devido a situação; Mamãe quer se mudar para Trollberg, mas Hilda quer ficar na única casa que ela já conheceu.

A animação não é só bonita de se olhar, mas o desenho se quer recusa uma piscadela. É um universo narrativo totalmente fechado, com suas próprias regras e lógicas internas. É tão pura quanto a televisão infantil pode ser e, se estou sendo honesta, servindo como uma boa fuga do mundo real.

Um dos melhores aspectos da série é que ela não tenta emburrecer as aventuras que Hilda esta trilhando. É uma história contínua, e o diretor Andy Coyle e os roteiristas da série não tentam acelerar seu ritmo para a TV. Sabemos que, eventualmente, Hilda será forçada a se mudar para Trollberg, fará novos amigos e enfrentará aventuras ainda mais perigosas, e isso te prende ainda mais com o que esta por vir a cada episódio.

Se você gosta de animações como Steven Universo e Gravity Falls, você vai amar esse desenho, já que ele traz o mesmo nível de aventuras e criaturas mágicas. Hilda é uma série linda de se ver, mas são apenas treze episódios de vinte minutos e por enquanto sem notícias de uma nova temporada.

Uma fotógrafa apaixonada por quadrinhos, filmes e séries. Também adora escrever e debater sobre os temas.

Comentários

comentários