ASSISTIMOS | Altered Carbon

Em uma sociedade transformada por conta da tecnologia: a consciência pode ser digitalizada, os corpos humanos são intercambiáveis e a morte não é permanente.

Baseado no romance de ficção cientifica de Richard K. Morgan, Altered Carbon é uma história intrigante sobre assassinato, amor, sexo e traição. Ambientado em 300 anos no futuro, em uma sociedade transformada pelo avanço tecnológico onde mentes são digitalizadas e transferidas entre corpos, e a morte acabou se tornando apenas uma estagio passageiro.

Takeshi Kovacs (Tak) é o único soldado sobrevivente de um grupo de elite interestelar derrotado ao tentar conter uma insurreição contra a nova ordem. Após ter sua mente aprisionada – em gelo – por séculos, o milionário Laurens Bancroft oferece a Kovacs a chance de viver novamente. Em troca, Kovacs precisa solucionar o assassinato… do próprio Bancroft.

A série não é preocupada em mostrar detalhes, eles acabam focando um pouco mais na nova habilidade de mudar entre diferentes identidades. Com um futuro distópico com clima noir e cyberpunk claramente inspirado em obras como Blade Runner. Altered Carbon é violento, com sangue por toda parte e até com cabeças em baldes de gelo. A série é sim empolgante, atrativa e oferece um mundo repleto de possibilidades a ser explorado.

O desenvolvimento é bom e mesmo com episódios grandes você ainda consegue se prender ao ponto de querer assistir todos de uma vez. Com muita ação e até mesmo um pouco de humor, Altered Carbon é o ponto de entrada de televisão perfeito para os fãs do cyberpunk. Com toda certeza o show foi mais um acerto da Netflix para 2018.

Altered Carbon estreia na Netflix dia 2 de fevereiro.

Uma fotógrafa apaixonada por quadrinhos, filmes e séries. Também adora escrever e debater sobre os temas.

Comentários

comentários